Vale

Sempre à frente do seu tempo, o Porto de Tubarão, quando inaugurado, em 1966, tinha capacidade fora do comum para a época. Servindo de modelo para que o tripé Mina-Ferrovia-Porto fosse adotado como um modelo estratégico da Vale, Tubarão podia receber navios de 150 mil toneladas, embora a maioria da frota da época tivesse, no máximo, 60 mil toneladas.  

 

O porto foi o trampolim para que o Espírito Santo, cuja economia era centrada no café, pudesse diversificar suas atividades atuando em outros atrativos industriais e comerciais. Com a instalação das usinas de pelotização (a 1ª delas inaugurada em 1969), o porto se transformou no Complexo de Tubarão.  Hoje, é o maior produtor de pelotas do mundo. 

Atividade: 
Horário: 
quinta-feira, 14 Setembro, 2017 - 13:00 to 16:00